A CME tem por missão prover todos os serviços e diagnósticos de produtos para saúde (PPS) processados, garantindo a quantidade e a qualidade necessária para a assistência segura. A CME é um setor de apoio de todas as atividades assistenciais da FACPP, sendo responsável pelo recebimento do material odontológico do aluno de graduação, especialização, atualização, aperfeiçoamento e mestrado e projetos, para serem esterilizados, bem como o armazenamento e distribuição dos mesmo, além do preparo de todo material de consumo estéril para atendimento nas Clínicas. Atualmente a CME atende em média 500 alunos, o que gera a esterilização mensal de 12.000 pacotes que são distribuídos em escaninhos do 3º ao 8º período.

A esterilização é a completa eliminação de todas as formas de vida microbiana viáveis. Aqui na Faculdade Paulo Picanço, o método de esterilização disponível é o calor úmido na forma de vapor saturado sob pressão através, das autoclaves, que ficam localizadas na Central de Material e Esterilização (CME). Este procedimento de esterilização oferece mais segurança destruindo os microorganismos pela ação combinada da temperatura, pressão e umidade.

Todos os instrumentos odontológicos de reprocessamento permitido, conforme resolução da ANVISA nº2605 de 11/08/2006 e regulamentados pela ANVISA como produtos para saúde, devem ser esterilizados, sendo eles críticos ou semicríticos. Esta recomendação parte das evidências de que todos os instrumentos utilizados na cavidade bucal do paciente devem ser considerados contaminados assim como os instrumentos utilizados extra-oralmente, através de contato com as mãos contaminadas. Além disso, artigos que normalmente não penetram em tecido mole, podem fazê-lo acidentalmente, ocorrendo sangramento em um procedimento que, inicialmente, não seria invasivo.

A RDC 15 de 2012 dispõe sobre requisitos de boas práticas para o processamento de produtos para saúde, estabelecendo os requisitos de boas práticas para o funcionamento dos serviços que realizam o processamento de produtos para a saúde visando à segurança do paciente e dos profissionais envolvidos.

O processamento de produtos para saúde (PPS) tem se tornado cada vez mais complexo, assim vêm exigindo novas responsabilidades para enfermagem que atuará na central de material esterilizado. Com tudo faz-se necessário a implantação de normas e rotinas para evitar danos para saúde. Sendo assim, os usuários da CME devem seguir todas as normas conforme manual específico do setor.

Links Importantes:

www.nascecme.com.br

www.sobecc.org.br

bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/anvisa/2012/rdc0015_15_03_2012.html

www.cofen.gov.br/resoluo-cofen-n-4242012_8990.html

Leandro Rodrigues de Sena

Coordenador da Central de Material e Esterilização – CME

Email: leandro.sena@facpp.edu.br

http://lattes.cnpq.br/9731133916483288

LiveZilla Live Chat Software